Simplificando a Governança de Dados

978-65-88431-12-2
De: R$65,00  
Por: R$39,00
Bônus: R$26,00 (40%)
Adicionar à lista de desejo

Bergson Lopes Rêgo

Especialista em Gestão Estratégica, Governança, Arquitetura e Qualidade de Dados. Fundador da BRL DATA e presidente da DAMA Brasil (biênio 2020-2021). Atualmente, é reconhecido como um dos principais influenciadores dos temas ligados aos dados no Brasil, prestando regularmente palestras e divulgando conteúdo sobre o assunto em canais especializados. Possui mais de 27 anos de experiência em atividades ligadas à gestão de dados e informações. Autor do livro “Gestão e Governança de Dados”, também publicado pela Brasport.

Siga o autor

Livro Simplificando a Governança de Dados: governe os dados de forma objetiva e inovadora

 

Implantar um Programa de Governança de Dados em uma empresa não é algo trivial. A verdade é que esse desafio está muito suscetível a falhas, e, com certa frequência, empresas de todos os portes e segmentos fracassam ao tentar implementar uma iniciativa dessa magnitude. Por isso, é importante saber que não basta apenas reunir um grupo de pessoas, investir em tecnologias específicas, implementar uma série de controles e esperar que os resultados apareçam.

Um Programa de Governança de Dados adequado deve obedecer a pelo menos quatro princípios fundamentais:

1. Estar totalmente alinhado com a estratégia corporativa da organização.

2. Incentivar o estabelecimento de uma cultura de inovação a partir dos dados.

3. Estabelecer políticas e controles ágeis e adequados às necessidades da organização.

4. Definir um plano de evolução da maturidade em Governança de Dados e implementar as melhorias contidas neste plano por meio de projetos de curta duração.

Se está entre os seus planos implantar o evoluir a Governança de Dados em sua organização, você precisa conhecer a proposta apresentada neste livro.

Ela é fruto da experiência do autor na implantação com sucesso de dezenas de programas de Governança de Dados no Brasil.

Introdução

Nova era, mesmos erros?

Como reverter esse cenário?

1. Fundamentos da Governança de Dados

1.1. Qual o termo correto? Gestão de Dados ou Governança de Dados?

1.2. Definindo a Governança de Dados

1.3. Características da Governança de Dados

1.4. Etapas do Programa de Governança de Dados

1.5. Componentes básicos de um Programa de Governança de Dados

1.6. Desmistificando a Governança de Dados por meio da técnica do É/NÃO É e do FAZ/NÃO FAZ

2. Os 10 princípios da Governança de Dados

2.1. Sobre os princípios

2.1.1. A responsabilidade pela Governança de Dados deve ser compartilhada entre Negócios e Tecnologia
2.1.2. A Governança de Dados deve focar na estratégia corporativa
2.1.3. Os dados devem ser considerados ativos da organização
2.1.4. Governança de Dados requer patrocínio
2.1.5. A Governança de Dados deve contemplar todas as etapas do ciclo de vida dos dados
2.1.6. Os dados devem ser monetizados
2.1.7. A Governança de Dados deve ser considerada um programa composto por vários projetos de melhoria
2.1.8. Dados devem ser seguros e ter privacidade adequada
2.1.9. Ownership e stewardship
2.1.10. Governança de Dados requer um mindset de melhoria contínua

3. Principais papéis envolvidos com a Governança de Dados

3.1. Nova era, novos papéis e novos perfis

3.2. CDO – Chief Data Officer

3.3. Gestor da Informação – Data Owner

3.4. Gestores de Dados – Data Stewards

3.4.1. Gestor de Dados em Negócio – Business Data Steward
3.4.2. Gestor Técnico de Dados – Technical Data Steward
3.4.3. Gestor Estratégico de Dados – Lead Data Steward

3.5. Analista de Governança de Dados

3.6. Arquiteto de Dados – Data Architect

3.7. Muitos papéis, muitas interações

4. O Escritório de Governança de Dados

4.1. Afinal, o que é um Escritório de Governança de Dados (EGD)?

4.2. Tipos de Escritório de Governança de Dados

4.2.1. EGD estratégico
4.2.2. EGD operacional
4.2.3. EGD híbrido

4.3. Qual o melhor modelo?

4.3.1. Onde estabelecer o Escritório de Governança de Dados?

4.4. Principais recomendações

5. Estruturas de apoio à Governança de Dados

5.1. Por que as estruturas de apoio à Governança de Dados são necessárias?

5.2. Comitê Executivo de Governança de Dados

5.3. Comitês táticos de Gestão de Dados

5.4. Dicas para implantação dos comitês

5.5. Equipes especialistas

5.6. Como ocorre o alinhamento entre os três níveis de estrutura?

6. Metodologia necessária para governar os dados

6.1. Afinal, o que é uma metodologia de Governança de Dados?

6.2. Não siga em frente sem uma Estratégia de Dados

6.2.1. Qual o melhor momento para criar uma Estratégia de Dados?
6.2.2. O que deve conter uma Estratégia de Dados?

6.3. As políticas de dados

6.3.1. O que deve ser contemplado em uma política de dados?
6.3.2. Dicas para construção das políticas

6.4. Macroprocessos da Gestão de Dados

6.5. Processos da Gestão de Dados

6.6. Métricas e indicadores

6.7. Padrões

6.8. Procedimentos e guias de boas práticas

6.9. Dicas gerais para implantar uma metodologia de Governança de Dados

7. O que os frameworks não falam

7.1. A bala de prata não existe

7.2. Capacitação

7.3. Gestão das expectativas

7.4. Comunicação

7.4.1. Divulgação das informações – Quais as formas e conteúdo mais utilizados?
7.4.2. Fases de um plano de comunicação

7.5. A gestão dos processos de Governança de Dados

8. Governança de Dados e inovação

8.1. Governança de Dados e inovação

8.1.1. Dicas para manter um ambiente de inovação a partir da Governança de Dados

9. O guia politicamente correto da Governança de Dados

9.1. Por que escrevi este capítulo?

9.2. A maioria das organizações foi criada para obter retorno financeiro

9.3. Muitos afirmam que são especialistas em Governança de Dados, mas poucos são realmente de fato

9.4. Algumas pessoas não reconhecem de fato a importância da Governança de Dados

9.5. Cuidado com o complexo de vira-lata

9.6. Toda mudança cultural envolve conflitos de ideias

9.7. Não acredite em tudo que é dito nos eventos

9.8. Algumas pessoas não estão preparadas para receber críticas construtivas

10. Estruturando a Governança de Dados

10.1. O segredo de uma Governança de Dados efetiva está na forma como ela é estruturada

10.2. Antes de mais nada, realize um assessment

10.3. Reforce a posição do Escritório de Governança de Dados no organograma da empresa

10.4. Defina o escopo e a abrangência do Programa

10.5. Mantenha um Programa equilibrado

10.6. Monte um time de destaque

10.6.1. Montagem do time
10.6.2. Capacitação do time
10.6.3. Retenção dos profissionais do time

10.7. Obtenha e mantenha o apoio dos patrocinadores

10.8. Acompanhe a evolução do Programa por meio de OKRs

11. Gestão dos Metadados e Arquitetura de Dados

11.1. Não siga em frente sem considerar a Gestão dos Metadados e a Arquitetura de Dados

11.2. Gestão dos Metadados

11.2.1. O Glossário de Termos de Negócio
11.2.2. Dicionário de Dados
11.2.3. Dicionarização dos termos de negócio e elementos do Dicionário de Dados
11.2.4. Linhagem de dados

11.3. Arquitetura de Dados

11.3.1. Cadeia de modelos de dados corporativos

ISBN:
9786588431122
Edição:
1
Páginas:
184
Largura:
17
Comprimento:
24
Lombada:
1
Volume:
408
Lançamento:
28/12/2020
Situação:
Lançamento
Idioma:
Português
não sei qual é o meu CEP
Cartão de Crédito
R$39,00 à vista.
Boleto Bancário
R$39,00 à vista.
Pagamento à Vista
R$39,00 à vista.

Nenhuma mensagem encontrada

Fazer uma avaliação

Clientes Também Compraram