Blog

Data de adição: 22/06/2017 Um thriller-nerd para ninguém botar defeito

livro-contagem-regressiva-ate-zero-day

 

Você sabia que Estados Unidos e Israel criaram um software que destruiu centrífugas de usinas nucleares iranianas? Eu não fazia ideia disso e fiquei absolutamente histérica lendo o maravilhoso Contagem Regressiva até Zero Day (Countdown to Zero Day), de Kim Zetter.

Se você conhecia essa história, vai ficar igualmente fisgado por essa leitura, um verdadeiro thriller de tirar o fôlego. É suspense nerd do início ao fim.

A autora, jornalista da Wired especializada em assuntos de segurança cibernética, consegue contar minuciosamente toda a saga do malware Stuxnet (e dos profissionais de segurança que o descobriram) de forma encantadora.

Veja bem, é um assunto cabeludíssimo: inclui detalhes de funcionamento do vírus, do tipo de ataque (zero day, daí o título), das centrífugas, de peças específicas de centrífugas específicas... imagine explicar isso para um leigo? Pois a Kim Zetter consegue – e parece que faz isso com o pé nas costas. Tem muito detalhezinho técnico insano? Tem. Tem rodapés gigantescos com todos os pormenores possíveis? Tem. Mas dá para entender tudo facilmente. Essa profundidade técnica não afeta em nenhum momento o ritmo frenético da narrativa. Muito pelo contrário, eu fui ficando MUITO curiosa, hehehehe.

Por que o Stuxnet era diferente, o que ele atacava, como ele destruía coisas, quem teve a ideia, de que forma ele agia, como diabos ele saiu de controle e foi descoberto? E como assim infraestrutura física pode ser atacada por um vírus invisível??? Pois é, a autora analisa tudo isso e muito mais (sim, tem mais. Havia outras armas digitais além do Stuxnet! Ela conta!!).

Um software detonou um hardware pela primeira vez na história – que a gente saaaaiba... caham...! Leia os rodapés! (#conspira). Se você quiser saber detalhes de como isso foi possível, leia este livro. Se você curte espionagem e conspiração em geral, também recomendo!!!

Eu sempre digo que no meu trabalho eu aprendo algo novo todo dia. Pois um dos dias mais inesquecíveis foi quando aprendi que software de usina nuclear também pifa. (Veja aqui foto dessa mensagem de erro).

Isso é só o detalhe de um rodapé deste nosso próximo lançamento, o maravilhoso Contagem Regressiva até Zero Day (Countdown to Zero Day), de Kim Zetter.

 

Por Marina Oliveira, Gerente de Produção da Editora Brasport

Comentários

Nenhuma mensagem encontrada

Novo post