eBook: Implantando a Governança de TI - da Estratégia à Gestão dos Processos e Serviços (3ª edição)

 
Por: R$55,00

Veja aqui onde comprar

Aguinaldo Aragon Fernandes

Bacharel em Administração pela UFRGS, Mestre em Ciências em Administração pela COPPEAD/UFRJ e Doutor em Engenharia pela Escola Politécnica de Engenharia da USP. É certificado ITIL Foundation, CobiT Foundation e Certified in the Governance Enterprise IT pela ISACA. Profissional e pesquisador em TI com mais de 38 anos de experiência. É autor de vários livros sobre o tema Gestão da Tecnologia da Informação. Atua com a sua empresa Aragon Consultores Associados em projetos de implementação de Governança de TI, Governança de Enterprise Content Management, planejamento estratégico de Ti, avaliações CobiT, implementação de ITIL, Engenharia de Requisitos, Gestão de Outsourcing e treinamentos nos temas relacionados.


Vladimir Ferraz de Abreu

Graduado em Engenharia de Computação pela UNICAMP, com especializações em Administração de Empresas pela ESAN-SP, em Qualidade e Produtividade pela Fundação Carlos Alberto Vanzolini – USP e em Gestão de Processos de Negócios pela COPPE/UFRJ. Profissional da área de TI com atuação no mercado há mais de 20 anos. É certificado em Fundamentos de Gerenciamento de Serviços de TI com base na ITIL e na ISO/IEC 20000, membro do Conselho Deliberativo do itSMF Brasil e integrante da comissão criada pela ABNT para localização da norma ISO/IEC 20000 para o Brasil. Atua em projetos e atividades de consultoria em processos de TI e de negócios, utilizando padrões e modelos de melhores práticas tais como ISO, PMBOK, BSC, CMMI, CobiT e ITIL.


Este livro apresenta uma visão integrada e inovadora da Governança de TI que pode ser adaptada para vários ambientes organizacionais.

A partir de um modelo genérico, os autores detalham as etapas de planejamento, implementação e gestão da Governança de TI, abrangendo desde o Plano do Programa de Governança de TI, passando pelo alinhamento estratégico da TI ao negócio, a elaboração do Portfólio de TI, as operações de serviços de TI, os modelos de relacionamento com usuários e fornecedores e, por fim, a gestão do desempenho e do valor da TI.

Nesta nova edição são analisados as características e os benefícios de mais de 30 modelos de melhores práticas que podem ser aplicados aos processos de TI, dentre eles: CobiT, Val IT, Risk IT, ITIL, ISO/IEC 20000, os principais modelos do PMI (PMBOK, Gestão de Portfólio e Gestão de Programas), PRINCE2, ISO 27001 e 27002, eSCM-SP e eSCM-L, CMMI, MPS-Br, BPM CBOK, BABOK, BSC, Seis Sigma e outros modelos. Além disto, mostra os modelos de melhores práticas.

Esta edição traz também capítulos específicos acerca da utilização da Governança de TI em pequenas e médias empresas e no Governo e está enriquecida com os resultados obtidos em alguns cases do mercado brasileiro.

Introdução

Fatores motivadores do livro

Objetivos do livro

Estrutura do livro

1. Governança de TI

1.1. Os fatores motivadores da Governança de TI

1.2. O que é a Governança de TI

1.3. Objetivos da Governança de TI

1.4. Componentes da Governança de TI

        1.4.1. Os componentes da etapa de alinhamento estratégico e compliance

        1.4.2. Os componentes da etapa de Decisão, Compromisso, Priorização e Alocação de Recursos

        1.4.3. Os componentes da etapa de Estrutura, Processos, Organização e Gestão

        1.4.4. O componente da etapa de Gestão do Valor e do Desempenho da TI

2. Governança Corporativa e Regulamentações de Compliance

2.1. Governança Corporativa e a ligação com a Governança de TI

2.2. Entendendo as implicações do Sarbanes-Oxley Act

        2.2.1. O que é o Sarbanes-Oxley Act e qual a sua finalidade

        2.2.2. Requisitos do SOX que afetam TI

        2.2.3. Impacto do SOX na Governança de TI

2.3. Entendendo as implicações do Acordo da Basileia II

        2.3.1. O que é o Acordo da Basileia II

        2.3.2. Implicações do Acordo da Basileia II sobre TI

2.4. O impacto da resolução 3380 do Banco Central do Brasil

3. O Modelo de Governança de TI

3.1. Visão geral do modelo de Governança de TI

3.2. O alinhamento estratégico de TI

        3.2.1. O que é o alinhamento estratégico

        3.2.2. O Plano de Tecnologia da Informação

        3.2.3. Elaboração do mapa estratégico e do Balanced Scorecard (BSC)

3.3. Mecanismos de decisão em TI

3.4. A entrega de valor

        3.4.1. Gerenciamento do portfólio de TI

        3.4.2. Operações de serviços de TI

        3.4.3. O relacionamento com os usuários e/ou clientes

        3.4.4. O relacionamento com os fornecedores

3.5. Gerenciamento de recursos

3.6. A gestão do desempenho

        3.6.1. Medições dos resultados de TI

        3.6.2. Medições dos resultados para o negócio

        3.6.3. Implantação de sistema de gerenciamento de desempenho

        3.6.4. Gestão do desempenho da TI

3.7. A comunicação

3.8. A gestão da mudança organizacional

3.9. Avaliação independente

3.10. Riscos e compliance

        3.10.1. Gestão de riscos

        3.10.2. Compliance

4. Os Papéis da Governança de TI na Organização

5. Modelos de Melhores Práticas e o Modelo de Governança de TI

6. Modelos Abrangentes de Governança de TI

6.1. ISSO/IEC 38500 – Governança corporativa de tecnologia da informação

        6.1.1. Aplicação

        6.1.2. Objetivos

        6.1.3. Estrutura da norma

        6.1.4. Benefícios com o uso da norma

        6.1.5. Considerações sobre a norma

6.2. CobiT – Control Objectives for Information and related Techonology

        6.2.1. Histórico do modelo

        6.2.2. Objetivos do modelo

        6.2.3. Estrutura do modelo

        6.2.4. Aplicabilidade do modelo

        6.2.5. Benefícios do modelo

6.3. O framework Val IT

        6.3.1. Histórico do modelo

        6.3.2. Objetivos do modelo

        6.3.3. Estrutura do modelo

        6.3.4. Aplicabilidade do modelo

        6.3.5. Benefícios do modelo

6.4. O framework Risk IT

        6.4.1. Histórico do modelo

        6.4.2. Objetivos do modelo

        6.4.3. Estrutura do modelo

        6.4.4. Aplicabilidade do modelo

        6.4.5. Benefícios do modelo

6.5. A integração entre os modelos

6.6. Certificações ISACA

6.7. A Evolução do CobiT

7. Modelos para Gerenciamento de Serviços de TI

7.1. ITIL – Information Technology Infrastructure Library

        7.1.1. Histórico do modelo

        7.1.2. Objetivos do modelo

        7.1.3. Estrutura do modelo

        7.1.4. Aplicabilidade do modelo

        7.1.5. Benefícios do modelo

        7.1.6. Certificações relacionadas

7.2. ISO/IEC 20000

        7.2.1. Histórico do modelo

        7.2.2. Objetivos do modelo

        7.2.3. Estrutura do modelo

        7.2.4. Aplicabilidade do modelo

        7.2.5. Benefícios do modelo

        7.2.6. Certificações relacionadas

7.3. CMMI for Services

7.4. Microsoft Operations Framework (MOF) – uma breve visão

8. Modelos para Processos de Software

8.1. CMMI – Capability Maturiy Model Integration

        8.1.1. Histórico do modelo

        8.1.2. Objetivos do modelo

        8.1.3. Estrutura do modelo

        8.1.4. Aplicabilidade do modelo

        8.1.5. Benefícios do modelo

        8.1.6. Certificações relacionadas

8.2. MR-MPS

        8.2.1. Histórico do modelo

        8.2.2. Objetivos do modelo

        8.2.3. Estrutura do modelo

        8.2.4. Aplicabilidade do modelo

        8.2.5. Benefícios do modelo

        8.2.6. Certificações relacionadas

8.3. ISO/IEC 12207

        8.3.1. Visão geral do modelo

        8.3.2. Aplicabilidade do modelo

8.4. ISO/IEC 9126

        8.4.1. Visão geral do modelo

        8.4.2. Aplicabilidade do modelo

8.5. IBM Rational Unified Process – uma breve visão

8.6. Microsoft Solutions Framework – uma breve visão

9. Modelos para Gerenciamento de Projetos

9.1. PMBOK – Project Management Body of Knowledge

        9.1.1. Histórico do modelo

        9.1.2. Objetivos do modelo

        9.1.3. Estrutura do modelo

        9.1.4. Aplicabilidade do modelo

        9.1.5. Benefícios do modelo

        9.1.6. Certificações relacionadas

9.2. Padrão para Gestão de Portfólio

        9.2.1. Histórico do modelo

        9.2.2. Objetivos do modelo

        9.2.3. Estrutura do modelo

        9.2.4. Aplicabilidade do modelo

        9.2.5. Benefícios do modelo

        9.2.6. Certificações relacionadas

9.3. Padrão para Gestão de Programas

        9.3.1. Histórico do padrão

        9.3.2. Objetivos do padrão

        9.3.3. Estrutura do padrão

        9.3.4. Aplicabilidade do padrão

        9.3.5. Benefícios do padrão

        9.3.6. Certificações relacionadas

9.4. Outros padrões e certificações PMI

9.5. PRINCE2

        9.5.1. Histórico do modelo

        9.5.2. Objetivos do modelo

        9.5.3. Estrutura do modelo

        9.5.4. Aplicabilidade do modelo

        9.5.5. Benefícios do modelo

        9.5.6. Certificações relacionadas

9.6. SCRUM

        9.6.1. Histórico do modelo

        9.6.2. Objetivos do modelo

        9.6.3. Estrutura do modelo

        9.6.4. Aplicabilidade do modelo

        9.6.5. Benefícios do modelo

        9.6.6. Certificações relacionadas

10. Modelos para Segurança da Informação – ISO/IEC 27001 e 27002

10.1. Histórico do modelo

10.2. Objetivos do modelo

10.3. Estrutura do modelo

        10.3.1. ISO/IEC 27001

        10.3.2. ISO/IEC 27002

10.4. Aplicabilidade do modelo

10.5. Benefícios do modelo

10.6. Certificações relacionadas

10.7. Gestão da Continuidade do Negócio

10.8. Outras normas ISO relativas à segurança da informação

11. Modelos para Gerenciamento de Sourcing

11.1. eSCM-SP

        11.1.1. Histórico do modelo

        11.1.2. Objetivos do modelo

        11.1.3. Estrutura do modelo

        11.1.4. Aplicabilidade do modelo

        11.1.5. Benefícios do modelo

        11.1.6. Certificações relacionadas

11.2. eSCM-CL

        11.2.1. Histórico do modelo

        11.2.2. Objetivos do modelo

        11.2.3. Estrutura do modelo

        11.2.4. Aplicabilidade do modelo

        11.2.5. Benefícios do modelo

        11.2.6. Certificações relacionadas

11.3. CMMI for Acquisition

12. Modelos para Disciplinas Complementares à Governança de TI

12.1. BPM CBOK®

        12.1.1. Histórico do modelo

        12.1.2. Objetivos do modelo

        12.1.3. Estrutura do modelo

        12.1.4. Aplicabilidade do modelo

        12.1.5. Benefícios do modelo

        12.1.6. Certificações relacionadas

12.2. BABOK®

        12.2.1. Histórico do modelo

        12.2.2. Objetivos do modelo

        12.2.3. Estrutura do modelo

        12.2.4. Aplicabilidade do modelo

        12.2.5. Benefícios do modelo

        12.2.6. Certificações relacionadas

12.3. Balanced Scorecard

        12.3.1. Histórico do modelo

        12.3.2. Objetivos do modelo

        12.3.3. Estrutura do modelo

        12.3.4. Aplicabilidade do modelo

        12.3.5. Benefícios do modelo

        12.3.6. Certificações relacionadas

12.4. Seis Sigma

        12.4.1. Histórico do modelo

        12.4.2. Objetivos do modelo

        12.4.3. Estrutura do modelo

        12.4.4. Aplicabilidade do modelo

        12.4.5. Benefícios do modelo

        12.4.6. Certificações relacionadas

12.5. The Open Group Architecture Framework – TOGAF

        12.5.1. Histórico do modelo

        12.5.2. Objetivos do modelo

        12.5.3. Estrutura do modelo

        12.5.4. Aplicabilidade do modelo

        12.5.5. Benefícios do modelo

        12.5.6. Certificações relacionadas

12.6. ISO 9001:2008

        12.6.1. Visão geral do modelo

        12.6.2. Aplicabilidade do modelo

12.7. ISO 31000

        12.7.1. Visão geral do modelo

        12.7.2. Aplicabilidade do modelo

13. Extensões e Derivações do Conceito de Governança de TI

13.1. Governança de Processos

        13.1.1. Princípios e conceitos gerais

        13.1.2. Modelos de referência relacionados

        13.1.3. Aplicabilidade do conceito

        13.1.4. Certificações relacionadas

13.2. Governança SOA

        13.2.1. Princípios e conceitos gerais

        13.2.2. Modelos de referência relacionados

        13.2.3. Aplicabilidade do conceito

        13.2.4. Certificações relacionadas

13.3. Governança de Dados

        13.3.1. Princípios e conceitos gerais

        13.3.2. Modelos de referência relacionados

        13.3.3. Aplicabilidade do conceito

        13.3.4. Certificações relacionadas

14. Governança de TI para Pequenas e Médias Empresas

15. Governança de TI no Governo

15.1. O modelo de Governança de TI no governo brasileiro

15.2. O papel da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação

15.3. O papel do Tribunal de Contas da União

15.4. O papel do Departamento de Segurança da Informação e Comunicações do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República

15.5. Situação atual da Governança de TI no Governo Federal, na visão do TCU

15.6. Legislação básica pertinente

15.7. Governança de TI no Judiciário Brasileiro

16. Como Implantar a Governança de TI

16.1. Roteiro de implantação da Governança de TI

16.2. Fatores críticos de sucesso para a implantação da Governança de TI

17. Estudos de Casos

Referências Bibliográficas

Páginas Web

E-ISBN:
9788574525334
Edição:
3
Páginas:
640
Ano:
2012
Lançamento:
24/05/2012
Outros:
formato: ePdf

Nenhuma mensagem encontrada

Fazer uma avaliação